22.9 C
Funchal
Sábado, Junho 22, 2024

Rui Fontes denuncia três “atos graves” de Carlos Pereira

Relacionadas

O líder do Marítimo acha que a convocação da Assembleia Geral destitutiva não faz sentido por entender que a direção não praticou “atos graves”. Ao invés, julga que devia ter sido votada a destituição da direção anterior, presidida por Carlos Pereira, que diz ter lesado a instituição em três situações: Complexo Desportivo é da SGPS detida pelo anterior presidente; estado do relvado do Estádio do Marítimo; Colégio e restaurante sem licença de utilização.

A Capa Desportiva do seu Jornal destaca ainda o futebol. “Somos melhores, mas não já jogos fáceis”. A seleção nacional pode carimbar hoje o apuramento mais rápido da sua história. O embate frente à Eslováquia tem início marcado para as 19h45, no Estádio do Dragão.

Já no andebol de praia, Favoritos entram a ganhar no Porto Santo. 15 equipas masculinas e 16 femininas lutam pelo título no areal dourado.

Saiba ainda que Santana pode perder rali. Organização admite realizar a prova noutro concelho, como resposta às críticas por ter eliminado a especial do Kartódromo. Questões financeiras sustentam alterações.

Na natação, Funchal recebe última etapa da Taça do Mundo. Federação internacional opta pela segurança da Madeira em substituição da cidade israelita de Eliar, que vive dias de guerra com o Hamas.

- Pub -

Últimas