15.7 C
Funchal
Segunda-feira, Março 4, 2024

Fábio Pereira: “Sempre tive esta cadeira no horizonte”

Relacionadas

Na conferência de imprensa de apresentação do novo treinador do Marítimo, quando questionado se treinar os verde-rubros é uma “cadeira de sonho”, Fábio Pereira afirmou que quando começou no treino há 15 anos sempre teve “esta cadeira no horizonte”.

“Quero agradecer o convite que me foi endereçado pela pessoa do Danny e da nova direção. É um prazer enorme poder ser lembrado por um clube que me diz muito e por um dos grandes que vestiram a nossa camisola como o Danny, é uma honra ainda maior para mim”, começou por dizer Fábio Pereira.

“Resta-me dar o meu melhor todos os dias e fazer com que os jogadores acreditem na nossa forma de pensar o jogo e na nossa forma de jogar e que os objetivos possam ser atingidos. Sabemos que esta é uma longa caminhada até maio. Temos que nos focar domingo após domingo, ponto atrás de ponto e em maio tentar estar num dos dois lugares da frente, de preferência no primeiro lugar. O Marítimo tem que almejar olhar sempre para cima”, declarou.

Fábio Pereira, que ingressa no clube juntamente com a adjunto Hélder Sousa, para além de afirmar que o Marítimo é o “maior desafio da carreira”, também categorizou a empreitada como, provavelmente, “o maior desafio da vida”. Garantiu ainda que fez tudo o que estava ao seu alcance para ser treinador do emblema verde-rubro, clube no qual se formou enquanto futebolista.

O técnico, de 45 anos, assume que conhece a pressão que o Marítimo vive, contudo acredita que essa é uma “pressão positiva”.

“Gosto muito de ter o estádio cheio, ter os Barreiros cheio ainda é melhor. Vamos tentar que valha a pena cada euro gasto nos bilhetes pelos nossos adeptos e sócios. Quero criar a ilusão na cabeça dos adeptos de que vamos jogar sempre para ganhar, dar bons espetáculos e deixá-los satisfeitos a cada domingo que passa. É nesse espírito de missão que venho”, disse.

Sobre o plantel, Fábio Pereira disse que lhe parece ser um “plantel forte” e garante que conta com todos aqueles que se identifiquem na forma de pensar da equipa técnica.

“Se tivermos que fazer um ajuste na próxima janela de mercado, cá estaremos para retificar situações que possamos entender que sejam benéficas para o grupo de trabalho”, notou.

Por seu turno, o diretor desportivo Danny agradeceu o “esforço e dedicação” do técnico para assinar pelo Marítimo. Depois dirigiu-se a Fábio Pereira e disse o seguinte: “Vamos dar todos o nosso melhor para que estejas à vontade, para que retires o melhor dos nossos jogadores e que, junto com os adeptos, consigamos o nosso objetivo”.

- Pub -

Últimas