Vasco Seabra garante que propósito do Marítimo é “sempre tentar ganhar”

Foto: DR

O treinador do Marítimo, Vasco Seabra, disse que o propósito do clube madeirense da I Liga de futebol “é sempre tentar ganhar”, na antevisão à partida frente ao Arouca para a 22.ª jornada.

“Será sempre um jogo onde vamos tentar ganhar, é esse o propósito do Marítimo. É desta forma que os jogadores encaram todos os jogos, sabendo que cada jogo tem a sua história”, referiu o treinador, de 38 anos, na conferência de imprensa de antevisão ao encontro.

A formação madeirense não vence há três jornadas para o campeonato, tendo dois empates – o último em casa, frente ao Estoril Praia (0-0) – e uma derrota, mas o ‘timoneiro’ maritimista recusa que a equipa esteja a atravessar qualquer ciclo, seja ele positivo ou negativo.

“Não há ciclo nenhum de coisas mais positivas ou mais negativas. Olhamos para os 10 jogos desde que cá estamos, em que a equipa tem mostrado alegria, entusiasmo e uma vontade muito grande de trabalhar para vencer”, destacou.

Desde que Vasco Seabra sucedeu a Julio Velázquez no comando técnico, à 12.ª jornada, o conjunto insular apenas saiu derrotado em duas ocasiões, na Luz, por 7-1, e por último embate, no Dragão, por 2-1.

Sobre o Arouca, que chega de um desaire caseiro diante do FC Porto, por 2-0, o técnico garante tratar-se de uma equipa “bem organizada, estruturada, com vontade de jogar e crescer”.

Não descurando as aquisições de “qualidade” que o emblema rival adquiriu nesta última janela de transferências, o treinador acredita que, apesar das caras novas, o modelo deverá manter-se.

“Acredito que não vai descaracterizar em termos de modelo, da globalidade do que são as intenções da equipa. Naturalmente, acrescentará alguma qualidade aos executantes, porque foram contratados jogadores com qualidade”, frisou.

Sem o defesa Zainadine e o médio Diogo Mendes, por castigo, surgiu uma vaga no meio-campo, que poderá ser preenchida por André Teles, proveniente da equipa B, que já se estreou esta temporada no plantel principal, a titular, diante do Vizela, numa altura em que o plantel maritimista enfrentou um surto de covid-19.

“O André Teles já se estreou por nós, já fez um jogo a titular. Curiosamente, ganhámos esse jogo [2-0] e ele fez uma excelente exibição”, destacou o ‘timoneiro’.

De fora das opções continua ainda o capitão Edgar Costa ainda presente no boletim clínico do clube. O capitão dos ‘leões’ da Madeira está a contas com uma lesão muscular na coxa esquerda.

Questionado sobre os desacatos que tiveram lugar no final do encontro entre FC Porto e Sporting, na sexta-feira, Vasco Seabra garantiu que não se passaram de “excessos naturais”.

“O que vi foram alguns excessos naturais, por vezes, de algumas situações que toda a gente passa quando são jogos de duelo muito intenso. Também vi dois treinadores que no final, com ‘fair-play’, se cumprimentaram”, referiu o líder do comando técnico dos madeirenses, frisando que “houve coisas negativas, mas também coisas positivas”.

O Marítimo, nono classificado, com 25 pontos, visita o Arouca em 16.ª lugar, com 18, na segunda-feira, às 20:15, em jogo que encerra a 22.ª ronda da I Liga de futebol e conta com arbitragem de Miguel Nogueira, da Associação de Futebol de Lisboa.

Deixe um comentário