Ricardo Gouveia critica “diferença de tratamento” no atletismo regional

Foto: DR

Ricardo Gouveia, atleta madeirense da ADRAP, campeão nacional em corrida de montanha em 2017, redigiu um ‘post’ na sua página oficial de facebook, onde tece duras críticas à Associação de Atletismo da Madeira (AARAM).

Em causa está um apoio da AARAM aos atletas de âmbito nacional – ao nível do transporte – que disputarão o campeonato nacional de corrida em montanha no Porto Moniz, no próximo dia 9 de junho.

“Não sei que diga. Nós vamos correr fora, ninguém nos dá nada, pagamos as nossas coisas. Outros tantos não correm mais fora por falta de apoios, a associação em vez de ajudar os nossos ajuda os outros… Faz-se um campeonato nacional de montanha cá, e ainda ajuda-se em 100 euros os atletas”, disse o atleta madeirense, criticando os moldes de apoio da AARAM aos atletas que participam na prova.

“Também quero receber esse valor, o gasóleo está caro! Fui 8.º no campeonato no ano passado, fui o campeão nacional há dois anos… lamento ser da ilha mas se os outros têm direito, também nós temos de ter”, disse, indignado, finalizando com uma frase dura. “Irrita-me esta diferença de tratamento. Por favor, tenham vergonha”, atirou.

No regulamento da prova, é referido que “A Associação de Atletismo da Região Autónoma da Madeira/Câmara Municipal de Porto Moniz apoiará com 100 € (cem euros)”, os atletas na deslocação. No mesmo regulamento, é ainda explicado que os atletas da Região Autónoma da Madeira não são abrangidos pelo apoio.

“A Associação de Atletismo da Região Autónoma da Madeira assegura o transporte de atletas e

equipas do Aeroporto Cristiano Ronaldo no Funchal para Porto Moniz e regresso”, pode ler-se ainda no regulamento da prova, explicando os respetivos critérios, que não abrangem qualquer atleta da Região, algo que Ricardo Gouveia criticou na rede social Facebook.

Deixe um comentário