Nova bronca no União: Tribunal anula AG que reduziu capital social

Foto: DR

O Tribunal Judicial da Comarca da Madeira anulou as deliberações sociais tomadas na Assembleia Geral do União SAD, realizada a 28 de janeiro de 2019.

Assim, a operação harmónio, que consistiu na redução do capital social para 50 mil euros e posterior aumento para 2 milhões de euros foi considerada nula.

Recorde-se que a impugnação da AG resulta de uma ação movida por um dos acionistas, António Lopes. Face a esta situação, também o Plano Especial de Revitalização discutido na referida assembleia, deixa de ter sentido visto ter sido aprovado com o aumento de capital social.

Deixe um comentário