«Não podemos entrar frente ao Benfica dando o jogo como perdido»

Foto: DR

Felipe Lopes, defesa-central do Nacional, assumiu que a equipa «sentiu bastante» a pesada derrota (0-4) frente ao Benfica.

«Não estivemos bem como equipa e esse foi o maior problema. (…) Quando sofres quatro golos, é normal dizer que o problema é a defesa. Mas sabemos quando começa a defesa, conhecemos o processo e a equipa tem que funcionar defensivamente como um todo», referiu em conferência de imprensa.

«Apesar desta derrota, a confiança da equipa está em alta. A caminhada é longa e vamos lutar até ao fim pelos nossos objetivos», acrescentou.

Felipe Lopes recusou a ideia de que é impossível fazer frente aos grandes do futebol português: «Todos os jogos são do nosso campeonato. Não podemos entrar frente ao Benfica dando o jogo como perdido, nem contra o Sporting ou o FC Porto. É um problema cultural do futebol português. São jogos com maior dificuldade, mas os três pontos estão perfeitamente ao nosso alcance.»

Neste regresso dos insulares ao trabalho após o desaire com os encarnados, Costinha não contou com os internacionais Giorgi Arabidze (Geórgia) e Witi (Moçambique), chamados pelas respetivas seleções, nem com Camacho, que acusou fadiga muscular.

 

Deixe um comentário