Nacional vence Vilafranquense e mantém-se no topo da II Liga

Foto: DR

O Nacional cimentou hoje a liderança na II Liga e um lugar de acesso ao primeiro escalão, num encontro em que o nevoeiro ameaçou e levou a uma pequena paragem de três minutos na segunda parte.

O conjunto madeirense entrou forte, pressionado o portador da bola, mas foi o Vilafranquense a dispor da primeira oportunidade, logo aos dois minutos, com Kikas a proporcionar defesa segura a Daniel Guimarães após uma iniciativa de Wilson.

Mas essa maior pressão teve os seus frutos aos nove minutos, com Brayan Riascos a finalizar um centro de Kalindi. Quatro minutos volvidos, o conjunto madeirense dilatou a vantagem, com Brayan Riascos a assistir o estreante João Vigário, que finalizou com classe.

O jogo estava aberto e, aos 21 minutos, João Camacho esteve perto de dilatar a vantagem, mas não ultrapassou a oposição de Rodrigo Josviaki.

Aos 35 minutos, o Vilafranquense reduziu por João Vieira, que aproveitou um ressalto na área para rematar fora do alcance de Daniel Guimarães.

Contudo, ainda antes do intervalo o colombiano Brayan Riascos voltou a marcar, colocando novamente a vantagem nos dois golos com que se chegou ao intervalo.

No início da segunda metade, o Vilafranquense dispôs de uma soberana oportunidade, na conversão de uma grande penalidade a punir uma mão na bola de Leonel Mosevich, mas Daniel Guimarães defendeu o remate de Rafael Furlan.

Mas aos 55 minutos, Brayan Riascos mostrou toda a sua força e virtuosismo, ultrapassando tudo e todos para marcar um golo de belo efeito.

Se dúvidas poderiam ainda subsistir quanto ao vencedor, ficaram dissipadas com novo golo do Nacional, aos 61, da autoria de João Camacho.

Deixe um comentário