Nacional denuncia “falsidade” e nega dívidas a treinadores do futebol de formação

Foto : DR

O Clube Desportivo Nacional denunciou hoje a “falsidade” de uma carta do leitor publicada no Diário de Notícias, assinada por Delfim Carvalhosa, avançando que não deve nada em termos de salários aos treinadores do futebol jovem do clube, referindo ainda que irá “processar judicialmente o autor” do texto.

Os alvinegros refere que são um clube que “honra os seus compromissos”, e que “é completamente falso que as verbas da formação sejam desviadas para o futebol profissional”.

O clube esclarece ainda que “os treinadores do futebol de formação do CD Nacional são pagos trimestralmente, sendo que o primeiro pagamento da época é feito na altura em que a FPF transfere as verbas da UEFA de apoio ao futebol de formação”.

Em anos anteriores essa verba tem sido transferida no início de dezembro, diz ainda o clube, referindo que “essa transferência ainda não foi feita, estando prevista para final de janeiro”.

Leia o comunicado na íntegra

Na edição de hoje do DIÁRIO de Notícias da Madeira, na rubrica Cartas do Leitor, foi publicado um texto da autoria de Delfim S Carvalhosa, que dada a gravidade e a falsidade do seu teor não pode passar sem resposta:
1 – O CD Nacional é um clube que honra os seus compromissos, e nada deve aos treinadores que ano após ano, passaram pelo clube.
2 – É completamente falso que as verbas da formação sejam desviadas para o futebol profissional. Pelo contrário! A primeira transferência de verbas da parte do Governo Regional foi feita em dezembro. A época iniciou-se em setembro e foi graças às verbas adiantadas pela SAD que foi possível pagar as despesas de água, luz, gás, combustível e manutenção das viaturas, salários dos motoristas, remunerações dos funcionários, etc. Tudo em dia, e com um custo mensal bastante elevado.
3 – Os treinadores do futebol de formação do CD Nacional são pagos trimestralmente, sendo que o primeiro pagamento da época é feito na altura em que a FPF transfere as verbas da UEFA de apoio ao futebol de formação.
Em anos anteriores essa verba tem sido transferida no início de dezembro. Esta época, essa transferência ainda não foi feita, estando prevista para final de janeiro.
4 – É falso que “as pessoas vão abandonando o clube”. Houve, efetivamente, um colaborador que cessou funções, mas não por falta de salário. Apenas e só porque lhe foi proporcionada a oportunidade de desempenhar um cargo de coordenação noutro clube.
5 – Desde que a Federação Portuguesa de Futebol iniciou o processo de certificação das entidades formadoras que o CD Nacional tem estado entre os melhores e exemplo disso é o facto de ser um dos oito clubes portugueses com certificação ‘CINCO ESTRELAS’ , o máximo que pode ser atribuído.
Além disso, ano após ano o clube tem vindo a aumentar o número de praticantes e de equipas inscritas, e está no top 30 entre os clubes portugueses com mais atletas inscritos, o que demonstra bem o sucesso do projeto desenvolvido e a valorização que é dada a todos quantos colaboram e contribuem para esse sucesso.
6 – É completamente falso que que alguma vez tenham sido feitos “desvios” das receitas do Torneio Internacional Cristiano Ronaldo Campus Futebol para o futebol profissional. Muito menos “desvios estapafúrdios”. Por isso mesmo, o CD Nacional irá processar judicialmente o autor destas afirmações, por forma a ver reposta a verdade e a garantir a defesa do bem nome da coletividade e dos seus dirigentes.

Deixe um comentário