Luís Martins vai parar duas a três semanas

Foto: Hélder Santos

O exame a que Luís Martins foi sujeito confirmou a necessidade de parar cerca de duas a três semanas. O lateral-esquerdo do Marítimo, que pediu a substituição no último jogo da Taça CTT, com o Estoril, sofreu uma microrrotura na face posterior da coxa direita e por isso faz somente tratamento no departamento médico.

De regresso já está Gildo, que esteve ao serviço da seleção de Moçambique e é candidato a ocupar a vaga em aberto no lado esquerdo da defesa, diante do Rio Ave. A alternativa é o madeirense Fábio China, que voltou a trabalhar integrado apenas esta semana, depois de um mês e meio de ausência devido a uma lesão num dos joelhos.

Ainda sem Zainadine (ficou em Lisboa mais um dia, devidamente autorizado a tratar de assuntos pessoais) nem João Gamboa (volta hoje da Seleção de sub-21), mas já com Pablo Santos e Erdem Sen em pleno, a equipa treinou-se ontem no Estádio de Machico. De notar a presença de três jogadores da equipa B: Cristiano Gomes (que se estreou no último jogo), Aloísio Neto e Nandinho.

Relvado melhora

Entretanto, o relvado do Estádio do Marítimo, nos Barreiros, está a ser alvo de tratamento intensivo e apresenta já consideráveis melhorias. O fungo detetado está controlado e agora tudo se resume a ver a relva crescer, o que demora sempre o seu tempo. Sábado o tapete não estará ainda nas condições ideais, mas estará certamente bem melhor do que na última partida.

Deixe um comentário