Luís Freire: Nacional tem de “melhorar concentração” para estar mais perto de vencer

Foto: DR

O treinador Luís Freire advertiu hoje que o Nacional tem de melhorar a concentração na visita ao Belenenses SAD, no sábado, para aumentar a probabilidade de ganhar o encontro da 20.ª jornada da I Liga de futebol.

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo frente aos lisboetas, o técnico afirmou que a formação madeirense “tem de estar mais concentrada” e perceber “os pontos fracos do adversário, aproveitando-os”.

Ainda sem saber se o encontro vai ser disputado no Estádio Nacional, em Oeiras, devido ao estado do relvado da ‘casa’ do Belenenses SAD, ou em Mafra, Luís Freire assegurou prontidão.

“O Nacional tem de ter um plano ‘A’, no qual, se der para jogar o seu jogo, irá procurar fazê-lo” e uma alternativa, com “outro tipo de jogo, que se adapte às condições do relvado”.

O técnico dos madeirenses assumiu como prioridade “corrigir erros e não os repetir”, para “aumentar a probabilidade de ganhar” perante “um adversário de valor”.

Depois de quatro jogos sem perder, com vitórias frente a Famalicão (2-1) e Boavista (0-1) e empates diante de Benfica (1-1) e Rio Ave (0-0), o Nacional perdeu na jornada passada, por 3-2, na receção ao Farense.

“O mais importante é perceber, claramente, que nós temos de nos agarrar áquilo que somos, à nossa identidade e ao nosso processo, procurando estar melhor quando estamos a atacar. Mas, preparados para a perda, o que não aconteceu no último jogo, no qual tivemos problemas em controlar os contra-ataques do adversário, perdemos bolas e sofremos golos a partir daí”, recordou.

O técnico enalteceu que “não é por acaso” que o Nacional está no 10.º lugar, com 21 pontos, considerando que a classificação reflete o que “a equipa joga e a sua organização, equilíbrio e competência”.

O Belenenses SAD, 13.º, com 18 pontos, chega a este encontro com o pior ataque da I Liga, com nove golos marcados, e a segunda defesa menos batida, com 15 sofridos, o que Luís Freire explicou com a capacidade defensiva e falta de eficácia ofensiva.

“É uma equipa equilibrada em campo, bem trabalhada, para aquilo que são as características dos jogadores, muito compacta defensivamente”, segundo o técnico dos insulares, que reconheceu que a formação lisboeta “não tem sido tão eficaz no ato da finalização”, mas que “tem jogadores para sê-lo”.

O guarda-redes Daniel Guimarães, com um traumatismo na grelha costal, e o médio Alhassan, com uma lesão na coxa direita, constam do boletim clínico do Nacional, que não vai contar com os médios Larry Azouni e Nuno Borges, ambos castigados.

O Nacional, 10.º, com 21 pontos, visita o Belenenses SAD, 13.º, com 18, no sábado, a partir das 15:30, em partida da 20.ª jornada da I Liga.

Deixe um comentário