Lito Vidigal quer manter “qualidade”, mas pede mais “eficácia” ao Marítimo

FOTO: HOMEM DE GOUVEIA/LUSA

O treinador do Marítimo, Lito Vidigal, na antevisão ao embate diante do Famalicão da sétima jornada da I Liga portuguesa de futebol, pediu mais “eficácia” ao conjunto ‘verde rubro”, após o empate na última ronda frente ao Nacional.

O treinador dos ‘leões do Almirante Reis’, quer manter a “qualidade” apresentada no dérbi madeirense, mas espera que a equipa seja mais “eficaz” e “feliz na concretização”, na deslocação ao reduto do Famalicão.

“Sinto que a equipa tem crescido, fizemos um jogo muito bem conseguido frente ao último adversário, num dérbi que é sempre muito difícil. Infelizmente, as seis ou sete oportunidades que tivemos não as conseguimos concretizar”, sublinhou o técnico de 51 anos na conferência de antevisão.

A formação famalicense apresenta apenas uma vitória nas seis jornadas disputadas para o campeonato, mas o timoneiro dos insulares desvaloriza a posição do adversário e relembra o título de equipa “sensação” atribuído ao mesmo, na época transata.

“Espero um jogo difícil e muito competitivo, contra um adversário que foi na época passada a equipa ‘sensação’, mas que este ano tem tido mais dificuldades. Nós queremos, como sempre, vencer, respeitando o adversário, mas impondo a nossa forma de estar e de jogar”, frisou.

Lito Vidigal tem o plantel todo à disposição para a visita ao campo do Famalicão, com o médio Jean Irmer de volta à lista de opções, após cumprir castigo no dérbi madeirense, pela expulsão em Moreira de Cónegos.

“A partir do momento que digo que a equipa tem vindo a crescer, nós só fazemos alguns ajustes mínimos, respeitando todos os jogadores”, enalteceu o timoneiro maritimista, que deverá manter a mesma equipa utilizada frente ao Nacional.

O Marítimo, 11.º classificado, com seis pontos, visita o Famalicão, que com sete está na 12.ª posição, no sábado, às 18:00, no Estádio Municipal de Famalicão, com arbitragem de Luís Godinho, da associação de Évora.

Deixe um comentário