Lito Vidigal garante Marítimo com “vontade de vencer enorme” perante o Tondela

Foto: Joana Sousa

O treinador do Marítimo, Lito Vidigal, afirmou hoje que o clube madeirense tem uma “vontade de vencer enorme” diante do Tondela, em jogo da segunda jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Funchal.

O conjunto maritimista teve um arranque em falso no campeonato, ao ter sido derrotado, por 2-0, na deslocação ao reduto do Santa Clara, de Daniel Ramos, resultado que Lito Vidigal considerou “ingrato”, para o que a equipa produziu ao longo dos 90 minutos.

“Fizemos um jogo interessante, com muitas oportunidades de golo criadas, mas pecámos na concretização. A equipa combateu, quis virar o resultado, teve força física e mental para isso, foi um jogo ingrato. O importante é termos percebido as coisas positivas que fizemos, que foram muitas, eliminar as que foram menos boas e trazer as coisas positivas para este jogo, de forma a competir amanhã [sábado] com confiança e uma vontade de vencer enorme”, declarou o técnico.

Na conferência de imprensa de antevisão ao encontro nos Barreiros, Lito Vidigal, que realiza a primeira temporada ao serviço dos madeirenses, desvalorizou o mediatismo dado ao extremo Faiq Bolkiah, o último reforço apresentado pelos ‘leões do Almirante Reis’, considerado o futebolista mais rico do mundo.

“Claro que nós temos as nossas individualidades, mas o mais importante é o coletivo, que é o que faz ganhar jogos com frequência e o que nos torna mais forte. Ele [Faiq Bolkiah] é um jogador jovem, tem algum potencial, tem também muitos aspetos a melhorar e, se ele perceber o projeto onde está inserido, é um jogador que nos pode acrescentar. Todos os jogadores têm coisas positivas a acrescentar”, sublinhou.

O Marítimo não conhece o sabor da derrota dentro de portas desde o regresso do futebol na era pós-covid-19, no início do mês de junho, e pretende continuar os bons resultados em casa, conquistando a primeira vitória no campeonato diante do Tondela.

“O Tondela é uma equipa que joga no contra-ataque. Foi isso que eu vi no primeiro jogo, o que não quer dizer que não mudem de estratégia. Por essas incertezas todas, eu prefiro olhar primeiro para a minha equipa e, só depois, procurar alguns aspetos que podemos explorar no adversário. O que nós queremos é impor o nosso jogo e, acima de tudo, encontrar caminhos para vencer”, referiu Lito Vidigal.

Na condição de anfitrião, o Marítimo defronta o Tondela no sábado, às 15:30, no Funchal.

Deixe um comentário