Laércio: «Tem havido alguns erros de arbitragem»

Foto: DR

Laércio foi o porta-voz do grupo de trabalho do União, que averbou mais um desaire na última jornada frente ao Benfica B, acentuando a crise de resultados que levou já à saída do técnico Paulo Alves. Para o defesa unionista, para além de algumas falhas da equipa, a arbitragem também não tem ajudado, havendo pequenos erros que têm custado pontos.

“São pequenos detalhes que influenciam os resultados. Com o Leixões foi um jogo equilibrado e houve um golo em fora de jogo. Não podemos culpar a arbitragem pelo mau resultado, mas foi um detalhe que influenciou a partida. Agora, estávamos a vencer por 1-0 e não conseguimos fazer o segundo frente ao Benfica B. Depois, houve um penálti que para mim é no mínimo duvidoso, pois acho que pela imagem que vi, a bola não toca na mão do Romaric. Mas o árbitro apitou e marcou grande penalidade. Temos de estar mais concentrados para sofrer estes pequenos detalhes que levam a resultados desfavoráveis. Temos um grupo forte e estamos preparados para o próximo jogo que será difícil mas queremos conquistar uma vitória”, afirmou.

Depois, falou sobre o atual momento vivido no balneário dos madeirenses. “O momento em termos de resultados não é o que nós pensávamos, nem é o ideal, mas acredito que é preciso ter calma e tranquilidade nestes momentos difíceis. Não adianta colocar o trabalho feito em causa, nem desesperar, pois todos estão comprometidos e a trabalhar para conquistar outros resultados, voltado às vitórias, como o nosso começo de época que foi muito bom. Um resultado positivo já este fim-de-semana pode levar-nos outra vez para uma boa temporada”, revelou. E deixou uma mensagem de esperança: “Sabemos que a 2ª Liga é muito equilibrada. Hoje temos uma má posição na classificação, mas estamos a 3 pontos do 9º classificado, a 5 pontos do 6º lugar. Por isso, duas vitórias consecutivas dão-nos um salto muito grande na classificação”.

Viterbo e Paulo Alves são excelentes

Em relação à mudança de comando técnico, o esquerdino foi claro: “São dois grandes treinadores, muito inteligentes e com um trabalho muito bom. José Viterbo tem a sua filosofia em termos tácticos e em termos de posicionamento, coisas básicas. Não houve mudanças bruscas no trabalho, pois este não era mau. O Viterbo tem dado continuidade e tem feito um excelente trabalho. Acredito que os maus resultados são questões de detalhes e que precisamos de controlar um pouco a ansiedade”. Quanto à pressão de ser obrigatório ganhar a próxima partida: “Somos profissionais e temos o compromisso com o clube de procurar sempre vencer. Temos um grupo forte e estamos preparados para o próximo jogo que será difícil mas queremos conquistar uma vitória”.

Por último, falou na sua alternância em termos de posição na defesa azul e amarela. “Durante a minha carreira sempre fiz central e defesa esquerdo, por isso estarei sempre disponível para qualquer posição que o treinador entenda”, finalizou.

Deixe um comentário