Jorge Casquilha: «Vitória em Fafe vale salto na classificação»

Foto: União da Madeira

O U. Madeira trabalhou ontem fora do seu complexo, tendo treinado no relvado da DRJD, na Camacha. Após mais uma sessão, o técnico Jorge Casquilha fez o lançamento da partida de domingo, em Fafe, frente ao conjunto local. Um triunfo vale um aproximar aos lugares cimeiros da tabela classificativa da 2.ª Liga.

“Analisando friamente, e os jogadores estão alertados para isso, uma vitória em Fafe dá-nos um salto forte na tabela classificativa, passando claramente para o primeiro terço dessa classificação, deixando de pensar nos lugares debaixo. Mas para isso acontecer, é necessário fazer o nosso trabalho, temos estado a treinar bem com esse sentido, de forma a podermos trazer os 3 pontos”, começou por afirmar o líder unionista.

Depois, sobre o opositor foi claro: “Um adversário difícil que em janeiro meteu novos jogadores e a equipa cresceu, estando a fazer uma segunda volta muito interessante, por isso, aumenta claramente o nosso grau de dificuldade”.

Após a sua chegada ao clube, os unionistas estão a melhorar de rendimento e atuando sempre de forma muito ofensiva. “A nossa estratégia não podia ser outra, estando a treinar o União: jogar sempre para ganhar. Nesta fase em que estamos, com quatro jogos sem perder, por isso, uma fase muito positiva. Vimos de um triunfo conseguido no último minuto, mas alcançado com grande qualidade, pois a equipa está a crescer. Acredito que em Fafe podemos dar seguimento a esse ciclo onde ainda não perdemos, pois isso é o mais importante. A equipa está confiante e a trabalhar bem. Dessa forma temos de valorizar o que temos feito de bom nesta segunda volta”, disse.

“A equipa está mais solidária”

O treinador dos azuis e amarelos, revela-se cauteloso em termos de poder admitir que continuando da senda dos triunfos, ainda é possível sonhar com um regresso à 1ª Liga.

“Sonhar todos sonhamos. Não vamos deixar de pensar que podemos chegar mais alto. Mas temos de ter os pés bem assentes na terra, pois estamos a uma distância considerável do segundo e terceiro lugares, mas acreditamos que podemos sempre fazer melhor. Se continuarmos a vencer as nossas partidas é claro que nos podemos aproximar. Mas o mais importante é continuar a pensar vencer o próximo jogo, pois não vale a pena pensar ir mais além, se tal não acontecer. A equipa melhor muito os aspetos defensivos e em termos ofensivos também temos feito golos em todos os jogos. A equipa está mais solidária, junta e trabalhadora e isso reflete-se nos resultados que temos vindo a alcançar”, finalizou.

Deixe um comentário