Jardim defende que os Barreiros deviam chamar-se Estádio Carlos Pereira

Foto: DR

O ex-presidente do Governo Regional defende “ser de elementar Justiça, os Sócios darem o nome do Presidente do Marítimo, Carlos Pereira, ao Estádio dos Barreiros”.

“Porque, também na Madeira, o Mérito deve suplantar o cultivo da mediocridade, por muito forte que este seja no meio local, julgo ser de elementar Justiça, os Sócios darem o nome do Presidente do Marítimo, Carlos Pereira, ao Estádio dos Barreiros”, começa por justificar o antigo chefe do executivo madeirense numa nota enviada às redações.
Para Alberto João Jardim, “esta obra [atualmente designada Estádio do Marítimo] não existiria na sua esplêndida realidade, se não fosse o empenho e os riscos pessoais assumidos pelo Presidente Carlos Pereira”.
A terminar, Jardim considera que “o mesmo se pode dizer até em relação a momentos difíceis que o Clube passou”.

Deixe um comentário