Governo da Madeira retoma pagamentos ao Marítimo pela construção do estádio dos Barreiros

Foto: DR

O Governo Regional da Madeira retomou os pagamentos suspensos ao Clube Sport Marítimo pela comparticipação das obras no estádio dos Barreiros, numa tranche de 1,5 milhões de euros, revelou ontem o Jornal Oficial da Região.

Numa resolução que não foi publicada no texto final das resoluções do Conselho de Governo de 11 de maio de 2017, o executivo liderado por Miguel Albuquerque justifica o retomar dos pagamentos contratualizados em diversos contratos programa com o finalizar do Programa de Ajustamento Económico e Financeiro (PAEF) que, em 2012, fez revogar o contrato existente.

“O mesmo colocava em crise o cumprimento dos compromissos assumidos pela Região Autónoma da Madeira no âmbito do PAEF”, pode ler-se na resolução.

Dadas as circunstâncias, o Governo Regional retoma agora os pagamentos suspensos, mesmo que o clube não tenha deixado parar a obra durante o período de vigência do PAEF, cumprindo desta forma o executivo madeirense o compromisso assumido com o clube na comparticipação das obras de recuperação do estádio.

O executivo alega ainda que “a construção do novo estádio dos Barreiros tem efeitos diretos na promoção do turismo, por via do afluxo à Região de turistas por ocasião de eventos desportivos”, para além de contribuir para a politica desportiva da região.

A resolução publicada apenas autoriza o pagamento dos 1,5 milhões de euros pela secretaria regional da Educação, não se sabendo quando será transferida a verba para o Marítimo, “já que a comparticipação financeira prevista será processada durante o ano de 2017”.

Deixe um comentário