Getterson garante que trabalho está a ser bem feito no Marítimo

Foto: CSM

“O trabalho está a ser bem feito e o ‘mister’ [Lito Vidigal] tem implementado, aos poucos, a sua forma de jogar e o seu método de jogo”, frisou o atleta brasileiro, que chegou ao Marítimo em janeiro de 2019, em declarações à televisão do emblema ‘verde rubro’.

O avançado, de 29 anos, renovou contrato com o Marítimo até 2022 após ter realizado 32 partidas ao serviço dos insulares na época 2019/20.

“Estou muito feliz aqui e creio que eu e o clube temos um bom entrosamento. A minha família está muito feliz na ilha da Madeira e eu espero continuar a brigar pelo Marítimo”, adiantou.

Getterson é avançado de raiz, mas, no final da época transata, mostrou a sua destreza no meio campo ‘verde rubro’, sob as ordens de José Gomes, atual técnico do Almería, equipa da II divisão espanhola.

“Estou sempre disponível para ajudar a equipa. Quando o ‘mister’ chegou, tive a oportunidade de conversar com ele e deixei muito claro que ele podia utilizar-me como médio, defensivo ou ofensivo, e avançado, que é a minha posição de origem. Eu tenho essa facilidade em atuar em outras áreas do campo e isso é ótimo para a equipa”, sublinhou o jogador maritimista.

O Marítimo tem quatro reforços para esta temporada: os franceses Fumu Tamuzo e Rafik Guitane, o português Rúben Macedo e o brasileiro Marcelo Hermes.

“Há uns reforços que conheço mais do que outros, o brasileiro já o vi a jogar no Brasil. Vieram para dar experiência e ajudar o Marítimo a atingir os seus objetivos”, afirmou Getterson sobre as novas contratações do clube madeirense.

Deixe um comentário