“Culpa não pode morrer solteira” diz Rómulo Coelho

Foto: DR

“A culpa não pode morrer solteira”. Foi com estas palavras que Rómulo Coelho reagiu nas redes sociais à despromoção do União.

Aquele antigo responsável da SAD do União não escondeu a revolta e a frustração pela descida ao Campeonato de Portugal dos “azuis-amarelos”, É uma enorme frustração o que sinto neste momento. Um misto de tristeza e revolta.
O que acaba de acontecer é o reflexo de uma gestão inexistente, falta de profissionalismo e dedicação.
A culpa não pode morrer solteira.
Espero que aqueles que até agora, e estando no exercício das suas funções que secaram tudo à volta deles para serem reis e senhores e que se dizem sempre defensores do União, não fujam agora como “ratos”. Não abandonem o navio quando ele já não navega com vento de feição.

Deixe um comentário