Covid-19: Rúben Ferreira tenta manter forma em casa apesar de “exigências diferentes”

Foto: DR

O jogador do Marítimo Rúben Ferreira afirmou hoje que tem procurado manter a forma física em casa nos níveis que tinha antes da suspensão da I Liga portuguesa de futebol, devido à pandemia da covid-19.

A situação é complicada, admitiu o defesa madeirense, devido às “exigências diferentes” entre treinar em casa e no relvado, mas a ajuda do clube tem sido fundamental.

“Tenho tentado normalizar o meu nível físico, sabendo que não é fácil, pois as exigências em casa e no treino são totalmente diferentes, com aquilo que foi disponibilizado pelo clube, que é importante para manter a nossa condição o mais próximo possível do que estávamos a fazer”, explicou, em declarações à MarítimoTV.

Rúben Ferreira contou como tem passado a quarentena com “muito rigor”, entre conviver com os filhos e passar algum tempo no exterior da casa, já que as saídas estão limitadas, e aproveitou para deixar uma mensagem de alerta sobre a covid-19, que “tem causado muitos danos”.

“Fiquem em casa e sejam responsáveis, que este vírus não é brincadeira, por isso, tomem as devidas precauções. Tenham cuidado quando saírem e deem distância às pessoas. Sejam rápidos nas vossas compras e nos vossos deveres”, apelou.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infetou perto de 866 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 43 mil. Dos casos de infeção, pelo menos 172.500 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, que está em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril, registaram-se 187 mortes e 8.251 casos de infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Deixe um comentário