Covid-19: Madeirense João Rodrigues questiona viabilidade dos Jogos Olímpicos

O madeirense João Rodrigues, ex-velejador e atual presidente da Comissão de Atletas Olímpicos em Portugal, questiona como é possível manter a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2020, atendendo a que quase metade dos atletas a nível mundial ainda não estão apurados e as provas de qualificação estão suspensas devido ao novo coronavírus (Covid-19).

O Comité Olímpico Internacional (COI) reuniu-se esta manhã por teleconferência, com os Comités nacionais, e decidiu manter a competição para Tóquio, para julho e agosto. João Rodrigues não concorda e afirmou, em entrevista à Bola Branca, que não estão reunidas as condições necessárias para a realização da competição.

“43% dos atletas mundiais, onde se incluem portugueses bem conhecidos do público em geral, não estão qualificados e os torneios e provas de apuramento olímpicas foram adiados ou deslocados. Estamos, no fundo, a empurrar esta questão para a frente. E se não há provas e 43% dos atletas não estão qualificados, como é que os Jogos poderão ser realizados?”, questiona.

“A China, aparentemente, está a conseguir sair desta crise, mas tem uma diferença de três, quatro meses em relação a outros, como os países da América do Sul ou do Norte, que só agora estão a entrar no processo. E esses não estarão nas condições de participar nos Jogos com a mesma justiça que aqueles que já recuperaram, como os países da Ásia.”, refere ainda.

Deixe um comentário