Covid-19: Charles considera “fundamental” o Marítimo poder jogar nos Barreiros

Foto: Hélder Santos

O guarda-redes do Marítimo Charles disse hoje ser “fundamental” que a equipa madeirense consiga jogar no seu estádio, nos Barreiros, no regresso da I Liga portuguesa de futebol.

“É a nossa casa, é onde se sente bem. Se temos a possibilidade de lutar por jogar em casa, temos de ir até ao final para conseguir isso, porque vai ser fundamental nesta reta final”, salientou, numa conversa organizada na página de Facebook do Marítimo.

O conjunto insular regressou esta semana aos treinos, com vista ao retorno do campeonato, anunciado pelo Governo, a partir de 30 e 31 de maio, após a suspensão da prova, causada pela pandemia de covid-19.

“Toda a equipa está preparada. Já vínhamos trabalhando, mesmo com algumas limitações. Está tudo, aos poucos, a voltar ao normal e, agora, é dar sequência para darmos seguimento no campeonato”, afirmou o guardião brasileiro, de 26 anos.

Charles leva nove jogos na quinta temporada ao serviço do Marítimo e deixou uma garantia aos adeptos ‘verde rubros’: “Todos os maritimistas podem estar tranquilos, porque o trabalho está a ser muito bem feito. Nós, dentro das quatro linhas, vamos dar o máximo”.

Com 10 jornadas por disputar, o Marítimo, com 24 pontos, está no 15.º lugar da I Liga, liderada pelo FC Porto, com 60, seguido do Benfica, com 59.

Portugal contabiliza 1.089 mortos associados à covid-19 em 26.182 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia divulgado hoje.

Relativamente ao dia anterior, há mais 15 mortos (+1,4%) e mais 480 casos de infeção (+1,9%).

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 257 mil mortos e infetou quase 3,7 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de um 1,1 milhões de doentes foram considerados curados.

Deixe um comentário