Costinha quer uma equipa “competitiva e ambiciosa” com o Vitória de Setúbal

Foto: Hélder Santos

O treinador do Nacional, Costinha, disse hoje que quer uma “equipa competitiva e ambiciosa” para a receção ao Vitória de Setúbal, no domingo, para a 20.ª jornada da I Liga de futebol.

O Nacional soma quatro derrotas consecutivas, frente a FC Porto, Belenenses, Sporting de Braga e Moreirense, e procurar regressar às vitórias, diante dos setubalenses, para se afastar dos lugares de descida.

“Não estamos satisfeitos com a perda desses 12 pontos, mas foi o que aconteceu e temos de saber viver com isso e ir à procura agora de uma vitória”, afirmou Costinha, na antevisão do encontro.

O técnico dos insulares prevê “um jogo difícil, entre duas equipas que andam à procura de pontos, para sair da parte baixa da tabela classificativa”, antevendo uma partida “equilibrada, perante uma boa equipa como o Vitória de Setúbal, que trocou de treinador”.

Costinha reconheceu não saber se o Vitória de Setúbal “irá apresentar o mesmo sistema e estilo de jogo, que tinha com o anterior treinador [Lito Vidigal]”, como fez frente ao Sporting (1-1), na quarta-feira.

Mais do que pensar no adversário, o treinador dos madeirenses apontou a necessidade de a sua equipar “ser competitiva, ambiciosa e extremamente agressiva na procura dos três pontos”.

Costinha recusou duvidar das capacidades da sua equipa, recordando que o Nacional “já conseguiu fazer grandes jogos e bons resultados, a jogar da mesma forma”

“São fases que acontecem e temos de saber dar a volta por cima deste tipo de situações”, referiu o técnico, assumindo-se satisfeito com as recentes contratações do clube, que deixaram o plantel “com outras soluções”.

O Nacional, 14.° classificado com 19 pontos, recebe o Vitória de Setúbal, 11.º com 20, no domingo, às 15:00, no Estádio da Madeira, no Funchal.

Deixe um comentário