Clube brasileiro impedido de registar jogadores após ação movida pelo Nacional

Foto: Joana Sousa

O Barra FC, de Porto Alegre, ficou esta semana impedido pela FIFA de registar jogadores devido a uma ação movida pelo Nacional.

No centro da polémica está Murilo Souza, devido a uma quantia de 120 mil euros que o emblema brasileiro deveria ter pago ao clube alvinegro.

De acordo com Rui Alves, presidente do Nacional, citado pelo site brasileiro ‘Futebol Interior’, os alvinegros ficaram com 30% dos direitos financeiros do jogador, aquando do contrato de empréstimo celebrado entre as partes. No entanto, no final da temporada, o Barra acertou a transferência de Murilo para o Braga, “por 400 mil euros, e não pagou os 120 mil ao Nacional”, explicou o dirigente ao portal brasileiro. “Agora o Barra tem de nos indemnizar, inclusive com juros e correção.”

O processo foi conduzido pelo advogado madeirense João Paulo Marques.

Deixe um comentário