Carlos Pereira diz que «terminou o sonho»

Foto: DR

Resignado mas orgulhoso. Este o estado de alma de Carlos Pereira no final do jogo com o Dínamo Kiev, na Ucrânia, que colocou um ponto final no sonho europeu do Marítimo.

«Terminou o sonho mas perante um adversário como este e por tudo o que fizemos no jogo, tenho de agradecer à equipa todo o esforço. Mas também tenho de evidenciar dois lances, em que apetece dizer que no melhor pano cai a nódoa. Porque a verdade é que, no nosso melhor momento, acabámos por sofrer dois golos contra a corrente… Também podíamos ter marcado mais cedo…», analisou o presidente do clube madeirense.

«Mas agora este jogo já é passado. Vamos naturalmente recordá-lo pelas boas coisas que fizemos e também pelas menos boas. Para que sirva como ponto de crescimento da nossa equipa. Ressalvando a solidariedade, a entrega, a forma como a equipa atacou este jogo», enalteceu, já de olhos postos no futuro:

«Nada acabou. Sim, acabou a Liga Europa. Mas o Marítimo continua. Há outras provas.»

«Arbitragem? Não vale a pena falar disso. Em suma, não conseguimos passar. E por isso há que dar os parabéns ao Dínamo por tê-lo conseguido. Fica a sensação de algum azar, sim, mas que começou no dia do sorteio, quando nos calhou um gigante como o Dínamo Kiev», terminou Carlos Pereira.

Deixe um comentário