AD Galomar é vice-campeã nacional de Squash

Foto: DR
A prova rainha de clubes a nível nacional reuniu os mais importantes emblemas do squash nacional e, ao longo dos dois dias de competição, estiveram em ação 23 equipas em representação de 10 clubes. Na final a AD Galomar enfrentou o Lisboa Racket Center e perdeu por 2-1. Uma derrota que, no entanto, não apaga a grande prestação do emblema madeirense.
Foi com um sabor agridoce que a AD Galomar encerrou a sua participação no Campeonato Nacional de Clubes.

A presença na final era à partida, por si só, um grande resultado, mas a verdade é que depois de derrotar a Escola de Squash do Porto nas meias-finais por um contundente 3-0, o conjunto madeirense apresentava-se na final como o favorito à vitória.

Charlie Cowie abriu as hostilidades da melhor forma para os madeirenses derrotando o jogador número 1 da equipa lisboeta, Rui Cruz, por 3-0. Na segunda partida Ricardo Sá enfrentou uma das jovens promessas do squash nacional, Bruno Gomes, e apesar de ter realizado uma grande partida não conseguiu contrariar o atleta continental, perdendo por 3-0.

Com o resultado empatado, seria a terceira e derradeira partida a decidir quem conquistaria o título nacional.

O jovem Joshua Rowley (AD Galomar) enfrentou Richard Hill e acabou por não ser feliz, cedendo após três sets. O jogador do Lisboa Racket Center, mais experiente, soube gerir melhor os momentos decisivos da partida, em especial os momentos finais do primeiro set, o que acabou por se revelar decisivo. Joshua nunca conseguiu recuperar após perder o primeiro parcial e acabou revelando algum nervosismo no restante do encontro.
As restantes equipas da AD Galomar terminaram a competição na sétima (AD Galomar 1) e na décima quarta (AD Galomar 3) posições, respetivamente.

Deixe um comentário