União afastado da Taça de Portugal

Foto: Homem de Gouveia - LUSA

No Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava, com uma exibição segura e concentrada, o Vitória transpôs para o terreno de jogo o favoritismo com que partiu para o jogo, vencendo com um golo em cada parte, de Davidson e Alexandre Guedes.

Por seu turno, o União da Madeira terceiro classificado da Série B do Campeonato de Portugal, mostrou bons argumentos e discutiu o jogo, dentro das suas possibilidades.

O Vitória foi o primeiro conjunto a criar perigo, à passagem dos 12 minutos, num livre de Matheus Oliveira que saiu junto ao poste. Os madeirenses responderam e, quatro minutos volvidos, Rodrigo Henrique testou a atenção de Miguel Silva.

O Vitória de Guimarães detinha o domínio do jogo e, aos 24 minutos, Davidson surgiu solto na área, mas Raví Paschoa foi obstáculo intransponível.

Os insulares procuravam explorar o contra-ataque e, aos 39 minutos, Aldaír Djaló obrigou Miguel Silva a uma aparatosa defesa.

O golo inaugural surgiu já bem perto do intervalo, aos 43 minutos, com André André a encontrar espaço pela sua direita, a centrar e Davidson a surgir de rompante, desviando a bola para o fundo da baliza.

O União da Madeira entrou para a segunda parte com uma atitude mais agressiva, subindo mais as suas linhas e colocando mais problemas à defesa minhota, contudo, com o passar dos minutos, os nortenhos voltaram a ganhar algum ascendente e, aos 65 minutos, sentenciaram a eliminatória, com um tento de Alexandre Guedes.

DEIXE UMA RESPOSTA