Marítimo recebe 167 mil e União recebe 17 mil pela cedência de jogadores para o Mundial

Oito clubes portugueses vão receber cerca de 5,2 milhões de euros (ME), do total de 183,4 ME distribuídos pela cedência de jogadores às seleções para o Campeonato do Mundo de 2018, anunciou hoje a FIFA.

Os três ‘grandes’ monopolizam o valor atribuído pelo organismo regulador do futebol mundial, com o Sporting a assumir-se como o emblema luso que arrecada o montante mais elevado, cerca de 1,78 ME, seguido de perto pelo Benfica (1,53 ME) e pelo FC Porto (1,47 ME).

Vitória de Guimarães (208 mil euros), Marítimo (167 mil euros), Feirense (104 mil euros), Barreirense (33 mil euros) e União da Madeira (17 mil euros) são os outros clubes beneficiados com a presença de atuais ou ex-jogadores na competição, disputada na Rússia e conquistada pela França.

Portugal foi o oitavo país que mais lucrou com a competição, numa lista liderada pela Inglaterra (32,8 ME), Espanha (19,7 ME), Alemanha (16,6 ME), Itália, cuja seleção não se qualificou (15,2 ME), França (13,4 ME), Rússia (9 ME) e Arábia Saudita (5,6 ME), todos com mais ganhos.

A cedência de jogadores à seleção portuguesa é a principal responsável pelos montantes recebidos pelos clubes lusos, num total de 1,4 ME, seguida das seleções do México, Uruguai – que eliminou a ‘equipa das quinas’ nos oitavos de final – e Brasil.

O Manchester City foi o emblema que mais lucrou com a competição, amealhando perto de 4,4 ME, à frente de Real Madrid (4,2 ME) e Tottenham (3,8 ME), num total de 416 clubes beneficiados, oriundos de 63 países.

O organismo que rege o futebol mundial atribuiu aos clubes cerca de 7.500 euros por dia de competição de cada um dos 736 jogadores selecionados pelas 32 seleções.

A compensação monetária pela cedência de jogadores (209 milhões de dólares, cerca de 183,4 milhões de euros ao câmbio atual) vai ser idêntica no Mundial2022, a disputar no Qatar, praticamente o triplo dos 70 milhões de dólares (cerca de 61,4 ME) entregues no Mundial2014 e o quíntuplo dos 40 (cerca de 35 ME) no Mundial2010.

No Mundial2014, o FC Porto foi o clube português que mais lucrou (854.933 euros), seguido de Benfica (501.900) e Sporting (405.767), numa lista que incluía mais seis emblemas lusos: Sporting de Braga (285.600), Académica (87.267), Sporting da Covilhã (40.600), Vitória de Guimarães (31.733), Moreirense (31.733) e Feirense (28.000).

DEIXE UMA RESPOSTA